domingo, 3 de julho de 2011

Capítulo 60: Para sempre... (Último)

Na véspera do casamento...

O tempo estava mudando. Prevendo um pique de luz, Demi correu para o banho, pois banho frio era tudo o que Demi mais odiava, tomou o banho mais rápido que podia. No instante que saiu do banho, ouviu as gotas da chuva chocarem contra o teto e alguns ruídos de trovões um pouco longe.

Sel: Foi rápida, hein?

Demi: Faço de tudo por um banho quente.

As luzes começaram a piscar e tanto Demi quanto Selena sabiam que as luzes se apagariam a qualquer momento. Demi não queria mostrar o medo que sentiu na hora, o medo dos trovões ainda não tinham terminado, ela precisava de Joe neste momento.

Sel: Que foi?

Demi: Nada. Por que a pergunta?

Sel: Você parece tensa...

Demi: Deve ser pela aproximação do casamento. Estou tão nervosa que nem sei como não surtei.

Sel: Eu também estou tensa com o seu casamento, pois durante anos morei sozinha e essa semana moramos juntas, e eu não quero viver sozinha de novo.

Ela sabia que as palavras da amiga eram verdade. Selena nunca gostou de ficar sozinha e por isso sempre ficava na casa de Demi, e depois do namoro Nick vinha sempre para a casa dela. Demi a abraçou, mostrando solidariedade.

Demi: Daqui algum tempo você e Nick vão se casar.

A campainha tocou despertando Demi e Sel de sua conversa.

Demi: Está esperando alguém?

Sel: Sim... Esqueci de te contar, mas eu convidei a Miley para vir para cá hoje.

Como um tipo de despedida de solteira, as três desencadearam uma conversa longa que durou até a madrugada com muito doce e refrigerante, e fez com que Demi esquecesse a chuva e principalmente de que seu corpo e, principalmente, seu coração precisavam de Joe.

Os acontecimentos do casamento serão narrados por Demi e Joe, com as cores respectivas.

O grande dia havia chegado, o dia que me casaria com Joe. Não aguentava mais de ansiedade. Nem dormi muito bem a noite. Me casarei às seis horas da tarde. Escolhemos essa hora, pois como vou me casar ao ar livre, não teria sol. A ansiedade era tanta que mal conseguia levantar da cama, ouvi pessoas na sala da casa, mas mesmo tomada pela curiosidade, não quis levantar.

O mais incrível que, até fingindo que dormia, entraram no quarto abriram as cortinas para me acordar.

Dianna: Bom dia, Demi. Melhor levantar, não quer ficar com o rosto inchado no dia do seu casamento, quer?

Demi: Que horas são? _ Como se eu já não soubesse.

Sel: Quase oito.

Demi: Por que me acordaram tão cedo?

Mi: Como “por que?” Você se esqueceu que vai se casar?

Demi: Claro que não, mas não precisava me acordar tão cedo, né?! Eu dormi tarde, lembra-se disso? _ Tudo isso não valeu a pena, já que elas não me ouviram.

Horas depois estava presa em casa, com uma cabelereira, que trouxe todas as suas funcionárias. Eu amei tanta atenção, me sentia uma princesa, ou rainha tanto faz.

Joe On...

Assim que acordei, haviam tarefas a serem feitas. Organizar tudo no lugar de Dianna. Eu não sabia o que fazer, mas meu pai está aqui para me ajudar, ele e todos os outros. Terei que estar no campo quando tudo chegar, e supervisionar tudo.

Duvidando da minha capacidade, Dianna veio supervisionar a supervisão que estou fazendo, vê se pode?! Não ficou decepcionada já que eu fui bem no meu “serviço”.

Joe: E como Demi está?

Dianna: Mais ansiosa que você. E vivendo como uma rainha.

Joe: Rainha ela já é.

As horas estavam passando e finalmente chegou a hora do meu casamento. Fui para o campo um pouco mais cedo, na esperança de ver minha Demi mais cedo. Infelizmente as noivas se atrasam e por mais que os noivos tentem chegar mais cedo, elas se atrasam. Deixo uma dica para os noivos: não cheguem cedo, pois mais tempo irá esperar.

O campo estava bem decorado do jeito que queríamos. As cadeiras, onde nossa cerimônia pessoal seria feita, estavam cobertas com uma capa branca. Haviam no máximo umas trezentas cadeiras ali, estavam divididas na quantidade certa e no meio uma passarela com tapete branco onde minha linda Demi passaria linda como sempre, haviam um suporte de madeira e por cima com lírios brancos. Haviam flores por todo o campo, flores brancas.

Na parte coberta, mesas com panos brancos e pratos e copos bem postos. Um palco estava posto lá onde Nick tocaria e ele já estava resolvendo tudo por lá. Estava tudo impecável, só faltava minha Demi aparecer.

As pessoas estavam chegando e me cumprimentando, até parentes da Demi que, até então, eu ainda não conhecia. As crianças se divertiam e corriam por todo o lado e meu nervosismo estava ainda mais visível.

Certa insegurança estava invadindo minha mente: será que Demi desistiria? Será que ela apareceria? Afinal de contas, Demi estava bem atrasada!

Ouvia sussurros por todo o lado... Para falar a verdade, eu não sabia para onde olhar.

Paul: Eu sei o que está pensando: será que ela vai aparecer?_ suspirou_ Sabe, eu passei por isso duas vezes e com seu irmão Kevin foi a mesma coisa. Elas sempre aparecem, sabe por quê? Porque elas nos amam. Demi te ama e não desistiria assim. Fique tranquilo!

Dito isso, vi Dianna se aproximando com Caroline nos braços.

Dianna: Demi, já chegou.

Uma corrente elétrica passou pelo meu corpo, ansiedade? Não sei, mas seja lá o que for, estava me mantando... Não sei se vou estar vivo ao final deste casamento.

Quando coloquei meus pés no início do tapete branco os olhares vieram todos ao meu encontro... Joe estava bem na minha frente, muito longe de mim, mas estava na minha frente.

Depois de todos esses dias sem ver minha Demi, eu sentia como se a paz passasse pelo tapete. Vê-la de novo era como renascer, renascer com mais intensidade o meu amor por ela.

Para mim, não existia ninguém mais naquele campo, só eu e Joe. Caminhava em direção a ele, ao lado de Paul, que prontificou-se a me levar até Joe.

Tudo naquele casamento fora perfeito, exceto a distância entre Joe e eu. Ao mesmo tempo que estávamos perto para cumprimentar os amigos e parentes, estávamos longe, pois não conversamos, nem trocamos palavras a não ser um selinho tímido antes de assinar os papéis que me faziam legalmente esposa de Joseph.

Ninguém se cansava de nos atrapalhar. Por mim, fugiria com Joe sem deixar rastros...

Dá para acreditar que não tive minha Demi só para mim? Mas tudo isso ia acabar e ficaríamos juntos, sem ninguém nos atrapalhando.

Sterling estava no casamento e nos cumprimentou; bom ele não estava triste porque perdeu a melhor mulher do mundo para mim, pois Chelsea foi esperta e disse só hoje que o bebê é uma menina como ele queria. Demi e eu seremos padrinhos da pequena.

Na hora da “primeira dança do casal” que Dianna tanto queria...

Joe: Para uma coisa boa essa valsa serviu: me deixar mais próximo de você.

Demi: Estava com tanta saudade de você. (deitou no meu ombro)

Joe: Também pequena... Quando vamos poder ir embora?

Demi: Espero que em menos de uma hora.

Joe: Te amo.

Demi: Também te amo muito.

Infelizmente, apenas duas horas mais tarde que Dianna nos deixou ir embora. E ainda por cima, um motorista nos levaria. Eu sei dirigir muito bem, mas ela disse que é deselegante. A essa altura estou preocupado com elegância? Só quero a minha Demi.

Levei Demi para o nosso quarto de acordo com o merecimento dela: no estilo noiva. Ela dava gargalhadas, pois eu tropeçava em todos os móveis novos da casa.

Caímos na cama rindo...

Estávamos deitados e olhando para o teto do quarto.

Joe: Estou tão feliz que não consigo acreditar que finalmente estamos casados.

Demi: Mas estamos e temos que cair na real.

Joe: Estou me sentindo diferente agora, me sinto mais responsável. Interessante como esse sentimento se manifestou.

Demi: Também me sinto diferente. Hoje, quando acordei, soube que tudo seria diferente.

Joe: De uma coisa eu sei: vamos trocar os móveis de lugar.

Demi: Fui eu que os coloquei assim.

Joe: Mas, eu não gostei... Mal entrei e já esbarrei em todos eles...

Demi: Isso porque você não tem atenção!

Joe: Claro que eu tenho atenção. Está me chamando de que?

Demi: De nada, Joe. Será que vamos brigar por isso também?

Joe: Acho que sim! Mas penso que brigaremos para sempre, pois nenhum dos dois dará o braço a torcer, e principalmente, porque o nosso amor nasceu do ódio que sentíamos, ou achávamos que sentíamos.

Demi: “Para sempre”, é a melhor expressão que poderia usar. Pois, para sempre estaremos juntos, para sempre nos amaremos, para sempre estaremos felizes.

Demi me beijou, agora esse beijo era diferente, era um beijo de cumplicidade, pois estavam selando o beijo do amor eterno.

Hoje achei uma frase muito interessante de Vergílio Ferreira, ele diz:"O amor e o ódio são irmãos. Mas o ódio é um irmão bastardo." Essa frase me fez refletir e lembrar como meu amor pela Demi começou e como é: somos irmãos bastardos, só pelo fato de nossos pais terem se casado, como o ódio e o amor da frase. Temos uma conexão tão forte que não sei mais como explicar tamanho nosso amor.

Anos se passaram e Demi e eu continuamos casados, com brigas como todo o casal, mas sempre nos resolvemos, pois nos amamos.

Conseguimos uma casa do jeito que queríamos: confortável. E com o passar do tempo tivemos um filho, hoje ele tem apenas três meses. O nome dele é Lucas. E é lindo como a mãe e sedutor e atraente como o pai, mas ele não herdou só nossas qualidades, também tem o gênio temperamental da Demi.

Demi: Joe, será que pode me ajudar? ( Lucas chorava muito no colo de Demi, que me entregou o bebê) Eu tenho muita coisa para fazer, mas eu sou uma só.

Joe: Demi, não precisa surtar.

Demi: Não estou surtando, só acho que deve me ajudar! (elevou a voz)

Nosso amor é assim paraíso imperfeito, os tempos são bons e ruins, mas a gente se ama. É um mistério esse nosso relacionamento, mas sempre dá certo.

Autora: BahChris

Coautora (s): Ruh, Deise, Taila e Thamara...

( Dentro do meu grupo de amigas, elas sempre compartilhavam para as minhas histórias, mesmo sem saber).

Edição: Ruh Viana

Imagens e aparência do blog: BahChris

Fim

Depois de um ano estamos aqui, dando um fim nessa história. Bom, não sei se lembram mais no dia 4 de julho de 2010, eu postei a sinopse dessa história e mesmo apostando pouco, hoje no dia 3 de julho de 2011, 364 dias depois, cheguei aos 146 seguidores.

Nesse meio tempo descobri que minha paixão era escrever romances.

Óbvio que houve problemas, como falta de criatividade ou até mesmo “0 comentários”, mas algumas pessoas por MSN (Mariana Meireles), até minha amigas (Ruh, Deise, Thamara e Taila) me incentivavam continuar postando. Tudo isso foram obstáculos que eu superei em um ano. Um ano de muita expectativa até chegar o último capítulo. Ultimo capítulo esse que espero com todo o meu coração que tenha gostado.

Meninas, espero que tenham gostado de passar um ano comigo.

Em breve, postarei a sinopse de uma nova história.

Beijos, amo todas vocês.

P.s.: Comentem!

[Quem pediu divulgação, eu vou postar numa pagina diferente, ok?]

Bazinha Chris

10 comentários:

  1. Parabéns!! a sua historia foi do começo ao fim perfeita!!
    dificuldades encontramos em tudo que fazemos mas so serão bem feitas quando superarmos obstaculos e olhamos para traz e vemos que nao passava de meros testes para chegar onde chegou!!
    Parabéns e nao desista daquilo que vc gosta de fazer!!
    bjss

    ResponderExcluir
  2. amor, divulga o meu blog por favor
    historiaslove.blogspot.com
    obrigada

    ResponderExcluir
  3. owwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwwn que lindo parabéens por ter escrito uma das melhores histórias que eu já li. Nao deixe de postaar por favoor
    Beeijos

    ResponderExcluir
  4. Não eu não gostei de passar 1 ano com vc e n gostei do fim U_U...bricadeira
    Eu chorei quando li td :(
    Vou sentir falta dessa web...mais pelo menos ai vem outra da Bah weeeeeeeeeeeeeee \o/
    Posta logo
    Beijemis =*

    ResponderExcluir
  5. AAAA melhor historia que já li em toda a minha vida , você e D+ . Adoaria ler outra historia sua , você escreve com tanto carinho , que to apaixonada em ler agora . Você poderia postar uma historia diferente , tipo , com outros personagens , personagens que você inventou . Beijos , e amei a historia

    ResponderExcluir
  6. P
    E
    R
    F
    E
    C
    T
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    A
    M
    E
    I
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    L
    I
    N
    D
    O
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    F
    A
    B
    U
    L
    O
    S
    O
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
    M
    A
    R
    A
    V
    I
    L
    H
    O
    S
    O
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    Essa história foi muito linda e fofa...Espero que poste logo a sinopse da próxima história.
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    BEIJEMI...S2
    ¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
    BY:Fernanda

    ResponderExcluir
  7. OMG, que história PERFEITA, menina *-*
    Posta logo outra história.
    Maravilhoso, divino, amei *-*
    Beijos diva ~

    ResponderExcluir
  8. FICOU INCRIVEL
    posta logoooooo outra fic

    ResponderExcluir
  9. Parabés
    Você ganhou um selo meu *--*
    http://nathymary.blogspot.com/2011/07/selos-o.html

    ResponderExcluir
  10. A décima akie, a história foi liinda,
    me apaixonei, agora parece q falta algo na minha vida pq ela acabou, mas estou muito feliz pq foi td perfeeito!

    ResponderExcluir

Oie, amores!
Espero que tenham gostado de " Amor Autêntico ". Escrevi com muito carinho e gostaria que registrassem o que acharam.
Posso contar com isso?
Amos vocês <3