terça-feira, 8 de março de 2011

Capítulo 40: Agitação VS Sonolência- Quem ganha a batalha?

Joe mal tinha estacionado o carro quando Demi pegou sua bolsa e antes de sair...

Demi: Você errou a cor do meu vestido, Joseph! (saiu sem dizer mais nada)

Joe bem que gritou a Demi no estacionamento, mas ela nem deu bola. Joe achou que aquilo era só uma briguinha e logo Demi voltaria a falar com ele. Ele apostava que antes do almoço as coisas estariam em ordem.

Demi passou pela recepção rápido, Fátima a chamou a fim de lhe mostrar alguns documentos. Mesmo contra sua vontade, Demi parou.

Fátima: Você precisa colocar isso em ordem até na semana que vem. O Dr. Joseph precisa dar uma olhada antes, você pode levar pra mim? Estou atolada hoje.

Demi: Eu levo.

Fátima: Falando nisso, como vai o casamento? Já estou sabendo, aliás todos do hospital não param de comentar isso!

Demi: Legal, mas acho que vai demorar um pouco para esse casamento acontecer.

Fátima: Por quê?

Joe vinha se aproximando, Demi não queria falar com ele, não por enquanto.

Demi: Por nada. Fátima, o Joe está vindo, você mesma pode entregar isso, né? Eu vou indo... Depois nos falamos.

Joe chegou perto de Fátima depois que Demi saiu. Fátima notou o clima estranho entre os dois.

Fátima: Está acontecendo alguma coisa?

Joe: Não, por quê?

Fátima: Por nada.

Joe: Fátima, existem vestidos de noiva com cores diferentes de branco?

Fátima: Claro! Minha prima casou com um vermelho, minha irmã casou com um que tinha o tom rosa, não era branco nem rosa.

Joe: Por que essas coisas têm que ser tão complicadas, Fátima?

Fátima: Problemas com o casamento?

Joe: Nem te conto! O que tem para mim aí?

Demi estava na sua pequena sala, ainda brava com seu noivo. O hospital estava bem movimentado, isso impossibilitou de Joe pedir desculpas a noiva. Todas as tentativas de Joe para chegar perto da sua princesa era um fracasso, algum funcionário do Hospital aparecia ou um paciente e ele era impossibilitado.

Logo chegou o horário de almoço. Joe, na porta da sala da administração, se encheu de coragem para bater na porta e enfrentar a noiva, a qual não via desde o incidente do estacionamento, quando ergueu o braço para bater na porta, ela se abriu.

Demi pensava em almoçar sozinha, não queria encontrar Joe tão cedo. Quando abriu a porta deu de cara com o mesmo, com cara de tonto.

Demi: Precisa de alguma coisa?

Joe: Preciso almoçar com a minha noiva.

Demi: Eu acho que a sua noiva prefere almoçar com a mesma pessoa que conversa com ela sobre o casamento.

Joe: Demi, precisamos conversar!

Demi: Sério? Quando eu queria conversar com você mais cedo só tive silêncio em resposta.

Joe: Por favor! Vamos ao restaurante aqui perto.

Demi: Não, eu prefiro almoçar em casa.

Demi saiu na frente sem ter resposta de Joe. Ele foi logo atrás sabendo que teria que enfrentar a fera em casa. Sabia que estava errado, mas sabia também que precisava do seu espaço.

No carro, Joe tomou a iniciativa de falar.

Joe: Podemos conversar no carro?

Demi: Claro!

Joe: Queria saber por que ficou tão brava.

Demi: Não estou brava , estou chateada com você, Joe. Eu estava tão animada com nosso casamento e você estava viajando o tempo todo. Eu havia acabado de falar que estou doida para escolher o vestido e quando perguntei qual era o cor, você disse que era branco como todas as noivas e ainda continuou falando que casamentos são todos iguais, só muda os noivos. Para mim esse casamento é diferente e especial porque os noivos somos nós. Eu pensei que pensava como eu. Aposto que você adorou a minha mãe ter tomado conta de tudo, assim você não precisava saber das coisas.

Joe: Não é bem assim. Eu também estou animado com o casamento, mas eu também estou cansado. Não é possível que você também não esteja. Estamos trabalhando mais do que devíamos, o hospital está numa desordem só. Claro que eu acho que o nosso casamento é especial, passamos por tanta coisa, mas o que eu quis dizer é que eu achava que vestido de noiva só tinha branco e terno são todos iguais para mim. Não entendo de nada disso. E sobre a sua mãe, eu gostei mesmo dela ter aceitado nos ajudar. Primeiro, porque ela gosta e depois, vamos ter mais tempo para nós.

Demi: Estamos sempre juntos. Dormimos juntos, moramos juntos, trabalhamos juntos... Estamos vinte e quatro horas juntos.

Joe: Estamos juntos, mas sempre falando do casamento ou do hospital. Mais nada... Quero dizer, juntos como namorados... Como noivos.

Demi: Quando eu trabalho demais eu fico mais agitada. Por isso eu não paro de falar ou de comer.

Joe: Eu percebi... Nunca vi você falar tanto como nessa manhã. Eu estava tão cansado que não prestei a atenção em você. Desculpa!

Demi: Também tenho que me desculpar. Eu não percebi que precisava de um tempo.

Joe pegou na mão da Demi, depois de trocar a marcha do carro.

Chegaram em casa conversando normalmente.

Dianna: Que bom! Vão almoçar com a gente.

Paul: Essa semana Dianna e eu temos almoçado sozinhos. Nem parece que temos filhos e noras.

Dianna: E genro.

Joe: Nick não almoça com vocês?

Paul: Não, ele sempre almoça na gravadora.

Dianna: Ele chega no final da tarde.

Demi: Hoje, Joe não vai voltar depois do almoço.

Joe: Demi, eu tenho que voltar.

Demi: Deixa que eu cuido de tudo. Você vai descansar.

Joe: Obrigada, meu amor! Mas eu não posso.

Demi: Claro que pode. Eu não estou dando escolha, Joseph. Você vai ficar e pronto.

Demi voltou para o hospital sem o Joe. Ele bem que reclamou um pouco, mas com Demi não tinha discussão. Ela tomou o lugar dele assim que chegou. Teve a ajuda da Fátima que coordenava Demi em tudo que ela precisava, com a ordem de Joe que estava preocupado.

Não foi preciso tudo isso, pois Demi pode assumir o lugar do Joe, como chefe, perfeitamente, enquanto o papel de médico ficou para um amigo que precisava de hora extra. Ela assumiu tão bem o posto que adiantou o serviço. E mais, mesmo Demi desempenhando o papel de chefe, ela não deixou seu posto de administradora de lado. Pode fazer as duas coisas em um expediente.

Após um dia de trabalho cansativo e sem Joe, Demi voltou para casa. Quem a visse, jamais imaginaria a quantidade de coisas que havia feito num intervalo de oito horas.

Assim que chegou em casa, todos estavam na sala, menos Joe, que dormia no quarto dela, que segundo ele, tinha o cheiro dela isso o confortava e o fazia dormir como um bebê.

Demi: Oi pessoal! (sorria)

Dianna: Demi, estávamos todos ansiosos para saber como foi.

Demi: Fui... Bem. Foi cansativo, porque eu nunca trabalhei assim, mas foi uma experiência muito boa e que me deixou esgotada! Vou tomar um banho e já volto.

Demi assim que chegou em seu quarto, viu Joe jogado –literalmente- na cama, ao passar por perto da cama, esbarrou nas mão dele que estava do lado de fora. Joe que estava num sono “leve”, logo despertou.

Joe (voz embargada pelo sono e se arrumando na cama): Oi...

Demi deitou-se ao seu lado.

Demi: Oi! Descansou bastante?

Joe: Muito... Sua cama é bem confortável. Como foi lá?

Demi: Legal! (sorria feito uma criança) Meu trabalho não é diferente do seu.

Joe: Vai lá tomar um banho, porque é sua vez de descansar. (selinho)

Demi nada falou, pegou suas roupas e foi para o banheiro. Cantarolava a música “By your side” enquanto Joe escutava tudo e sorria ao ouvir a voz afinada da sua pequena princesa. Joe sabia que a sua princesa estava cansada, já que quanto mais agitação mais cansada ela fica.

Assim que ela saiu do banho, Joe deu espaço para ela deitar-se ao seu lado. Joe esticou os braços e Demi apoiou a cabeça no ombro dele, fazendo-o abraçá-la.

Joe: Obrigado! Eu tenho a noiva mais carinhosa do mundo, sabia?

Demi: Obrigada! Sei que é difícil me aguentar, às vezes nem eu quero estar comigo. Você merece que eu faça isso e muito mais por você, que sempre foi compreensivo comigo, sempre do meu lado. (beija-o) Te amo, Joe.

Joe: Também te amo muito. (selinho)

Demi ajeitou-se nos braços do noivo que fazia carinho nos seus cabelos.

Joe: Tive um sonho bom...

Demi: É... Como foi?

Joe: Sonhei que estávamos casados, tínhamos filhos, um monte deles. Eram três bem grandes, deviam ter mais ou menos quinze anos. E mais três pequenos, de aproximadamente cinco anos. Eles faziam muita bagunça. Você se descabelava para correr atrás de um pequeno, que parecia gostar da brincadeira. Foi um pouco engraçado... Demi, quantos filhos vamos ter? (Joe sem obter resposta olhou para noiva que dormia nos seus braços, beijou-lhe a testa) Boa noite, princesa!

Continua...


Agradecendo e respondendo aos comentários:

Jady Lovato: São os homens que não pensam com o coração e sim com a razão. Obrigada pelo “selo de melhor blog”, em breve postarei... Obrigada e beijos.

Ruh: Já leu todos os capítulos que te enviei? É bom que tenha lido... Fiz umas modificações na “minha ideias” e bom, não vai ter aquilo que você não queria. Que bom, né? Beijos amiga, te OMO.

Luiza Diniz: Eu amei seu vídeo, achei um máximo. Obrigada e beijos.

Júlia: Não tem problema, meu anjo. Já postei... beijos e Obrigada.

Anna: Eu entendo... Obrigada por comentar, beijos.

Divulgação:

Video: We Love Demi Lovato

7 comentários:

  1. Ahhhh, quase caí da cadeira agora! Sério que vc ouviu meus pedidos?
    Te amoo amiga!
    E ainda não terminei, mas vou terminar e logo te mando!
    Já disse que te amoo? Fiquei feliiiz agora (nem tanto pq vc vai me abandonar!)
    Bjks...
    P.S.: Primeira a comentar!

    ResponderExcluir
  2. Ain que bom que jemi se resouveram nossa que fofo os dois
    posta logoo

    ResponderExcluir
  3. ta PERFEITO
    que bom que eles se entenderam
    POSTA LOGO

    ResponderExcluir
  4. Oi sou eu a Jady Lovato queria que vc divulgase o blog meu e das minhas amigas
    http://jemihistoryoffriend.blogspot.com/
    beijos

    ResponderExcluir
  5. OIeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee Demi made in Brasil sil sil [taparey]
    SENTI TANTA SAUDADE DA MINHA ESCRITORA DE FIC FAVORITA CPNSELHEIRA AMORROSA VIRTUAL E BEST ONLINE [deu pra se sentir importante né?}
    Eu tenho tanta coisa pra falar que nem sei o que falar =p
    Bom como quero voltar com tudo decidi repassar o selo de melhor historia romântica é só ir se informar mais no link
    http://historiasjemi-naufragos.blogspot.com/2011/03/selo-melhor-historia-engracada.html
    O Joe tbm viu custa dar mais atenção pra Demi?Eu to mto brava com ele
    Posta logo
    Beijemis =*

    ResponderExcluir
  6. Está perfeita, como sempre! Sem querer ser chata, mas cadê a Miley? Ela não têm aparecido muito!
    Muito linda a sua história, você poderia escrever um livro!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Oie, amores!
Espero que tenham gostado de " Amor Autêntico ". Escrevi com muito carinho e gostaria que registrassem o que acharam.
Posso contar com isso?
Amos vocês <3