terça-feira, 15 de novembro de 2011

Inevitável_ Capítulo 11: (Dedicado à Karen)



Banheiro não é lugar de brincar
No quarto de Demi...
Quando Joe chegou ao quarto, viu Demi trocando Gabriel enquanto Mariana brincava e falava sozinha no berço. Demi tinha um olhar triste, parecia derrotada.
Joe: Mãezinha, você está triste?
Demi (enquanto colocava Gabriel no berço junto à irmã): Um pouco. Pensei que as coisas seriam mais fáceis. Não quero ter ligação nenhuma a ele!
Joe: Mesmo que você não queira, você tem ligação com ele. Seus filhos! Você não pode se esquecer desse detalhe...
Demi: Ele não quis esses filhos, então não são dele... São meus filhos! Eu fiz tudo sozinha com a ajuda de vocês, mas até agora meus filhos não tem um pai.
Joe: Eles não precisam de um pai Demi, mas eles têm um. Mesmo não estando presente, querendo ou não ele é pai dos seus filhos!
Demi: Se fosse possível, eu sumiria com meus filhos. Assim, ninguém poderia querê-los.
Joe: Não, eu não vou deixar! Eu amo essas crianças e você também... Não quero que nenhum dos três sumam! Tenho certeza que a Mi e a Sel também não gostariam disso...
Demi: Eu sei... Só que eu tenho medo que um dia ele queira meus filhos.
Joe: Para que ele iria querer seus filhos? Se não quis antes, por que ele mudaria de ideia?
Demi: Não sei, só tenho medo. Muito medo, não queria voltar a vê-lo, mas vou ser obrigada. Agora que estou preparada para encará-lo, tenho que esperar que ele apareça.
Joe: Eu sei que é injusto, mas é assim que tem que ser... Não temos outra escolha a não ser esperar a boa vontade do indivíduo aparecer.
Demi: E outra vez, estou nas mãos dele.
Joe (abraçando-a): Não fica assim... Não posso te ver desse jeito.
Gabriel sorria vendo a cena da mãe com o melhor amigo, parecia gostar do que via, enquanto Mariana estava distraída com o brinquedo de encaixe.
Joe: Acho que o Biel (apelido de Gabriel) concorda comigo. (mostrou à Demi como ele se divertia com a cena)
Demi: É, também acho... Me ajuda a levá-los para o cercadinho na sala?
Joe: Claro! (Joe pegou Mary no colo) Vamos com o tio Joe.

Na sala antes de Joe, Demi e as crianças descerem...
Nick: Então você está fazendo doutorado em Matemática, Miley?
Mi: Sim, estou amando! É um sonho que virou realidade.
Nick: E você Selena? Trabalha em quê?
Sel: Também sou professora, mas de Geometria. Trabalho na mesma escola que Demi e Mi...
Joe e Demi desciam as escadas com as crianças e eles os observavam as deixando no cercadinho e entrando na cozinha, enquanto conversavam sobre as últimas “armações” das crianças...
Nick: É só eu ou vocês também acham que é uma família perfeita.
Mi: Sel sempre diz isso. E eu concordo, claro! O Joe tem um jeito tão especial com as crianças, às vezes ele se comporta como o pai deles.
Nick: Tenho que confessar que tenho medo disso! O Joe apega-se muito a crianças, o sonho dele é ser pai. Tenho medo que ele um dia perca essas crianças. Conhecendo-o como conheço, sei que vai desabar.
Sel: Eu posso confirmar que Demi NUNCA vai se afastar do Joe, muito menos deixar as crianças longe dele.
Nick: Eles já tiveram algo?
Sel: Não... Bom, ela nunca disse nada para nós, mas eu acho que eles têm tudo para dar certo.

Com Demi e Joe na cozinha.
Enquanto Demi preparava um café para eles, Joe estava sentado comentando sobre as “armações” das crianças.
Demi: Quando cheguei ao banheiro, ele estava prestes a colocar a mão dentro no sanitário. Se eu não chegasse não consigo nem imaginar o que ele ia fazer.
Joe: Esse garoto é muito sapeca! E Mariana onde estava?
Demi: Ela estava no andador atrás de mim, ela sempre está atrás de mim. Joe, falando nisso eu ainda estou preocupada com isso. Por que ele já sabe andar e ela não? Eles têm a mesma idade.
Joe: E já te expliquei: todas as crianças têm seu estágio de amadurecimento, elas progridem da maneira como elas veem o mundo. Você pode ver que Gabriel não fala tanto quanto a Mariana. Quando você menos esperar, ela vai estar andando sem ajuda nenhuma atrás de você como seu “rabinho”. (riem)
Mariana começa a chorar, com susto Gabriel também chora...
E vira uma verdadeira bagunça, já que eles queriam o mesmo brinquedo... Joe e Demi que não sabiam o que estava acontecendo, foram correndo saber qual era o motivo de tanto choro. Mariana “acusava” Gabriel de ter “pego” seu brinquedo - uma pecinha de montar.
Sel: Esse sim parece com o pai. Adora fazer mulheres chorarem.
Depois do susto, Demi resolve que o certo a fazer era deixar as crianças no chão, colocou Mariana no andador e Gabriel em pé. Assim Mariana andaria atrás dela, de modo que eles não brigariam mais. Mesmo assim, Gabriel andava atrás de Mariana, pegando todos os brinquedos com que ela queria brincar. Mas ele não ficava nem um minuto com o brinquedo nas mãos, só o analisava e o largava em qualquer lugar. Como Demi já não sabia mais o que fazer, Joe resolveu brincar com os dois fazendo-os compartilhar o mesmo brinquedo.

Mais tarde quase na hora da “sonequinha” já programada por Demi...
Todos tinham saído só Demi e as crianças que estavam em casa. As crianças estavam num pique só, Gabriel tentava correr de um lado para o outro, como ainda não anda muito bem caía sempre, e Demi ficava atrás dos dois – na verdade Marina quem estava atrás dela. Foi a primeira vez que Demi esteve sozinha com as crianças, já que sempre Mi ou Sel a ajudavam, pois os horários eram opostos. Quando Demi trabalhava de manhã, Sel e Mi ficavam em casa com as crianças e na parte da tarde ficava Demi e Joe, às vezes, pois tinha dias que ele trabalhava e nesses dias Sel ou Mi não trabalhavam - por coincidência. Os horários sempre se encaixavam até esse dia que Mi e Sel tiveram que trabalhar e uma paciente de Joe “resolveu” dar a luz.
Demi (tirando-o do banheiro): Gabriel, quantas vezes tenho que dizer que banheiro não é lugar de brincar? (fechou a porta, mas nunca adiantava, o danadinho já sabia abri-la)
Gabriel: Não!
Mariana (resmungava, tinha sono): Mamã...
O telefone tocou...
Demi: Isso é hora de ligar? (pegou para atendê-lo) Oi...
XxX: Sentiu minha falta?

Um comentário:

Oie, amores!
Espero que tenham gostado de " Amor Autêntico ". Escrevi com muito carinho e gostaria que registrassem o que acharam.
Posso contar com isso?
Amos vocês <3