domingo, 16 de março de 2014

Capítulo 5: De Nerd à Chefe

Capítulo 5: De Nerd à Chefe


Será que Joe ainda estava apaixonado?
- Hei! – Lucas bateu no vidro do carro e Joe o abriu.
- Esqueci alguma coisa?
- Não. Eu quero lhe fazer uma pergunta: minha mãe disse que você era amigo dela do ensino médio, então você conheceu o meu pai. Quem é o meu pai?
- Desculpe, Lucas... Eu não posso dizer, ela me pediu.
- Por que ela esconde tanto quem é o meu pai?
- Ela tem motivos, e muito fortes. Se fosse bom para você saber quem era, você ia saber... Não se preocupe. Um conselho: é melhor que você não saiba.
Lucas saiu de perto do Joe, sem nem ao menos agradecer. Isso porque estava pensando e bravo. Já tentou milhões de vezes descobrir quem era seu pai, mas as poucas pessoas que sabiam, não disseram.
Demi, Joe e o avô dele sabiam quem era o pai dele. E nenhum podia ajuda-lo. Demi não diria, Joe não ajudou nem um pouco e seu avô estava morto.

Na casa de Liam e Miley...
- E Joe foi tentar coagi-la a vender, mas eu duvido que ela vá querer. Ela é muito carrancuda.
- Como é mesmo o nome dela?
- Demetria Lovato.
- Demetria?
- É... Conhece?
- Lembra da época da faculdade quando eu brincava com Joe, sobre uma Demi? Então... Ela é Demetria. Só pode ser! É muito coincidência “Demetria Lovato”
-Tem certeza?
- Não, não tenho certeza... Lembro-me pouco daquela época, mas eu sei que o pai dela tinha uma lanchonete, e íamos quase todos os dias lá... Ela trabalhava de garçonete. - Mi riu. - Era engraçado vê-la de garçonete, porque na escola ela se comportava como rainha e quando estávamos na lanchonete, ela tinha que nos servir. Era como se ela tivesse duas personalidades.
- Agora ela deve ter juntado as duas em uma.
- Será que é a mesma lanchonete?
- Deve ser, ela disse que aquela lanchonete tem um valor sentimental.. Foi do avô.
- É inacreditável! Eu preciso revê-la. Disse que Joe foi encontrar com ela na lanchonete?
- Não, eu disse que ele foi a casa dela.
- Oh, Deus! Agora é o fim. Joe sempre foi apaixonado pela Demi, se ele a reencontrar esse amor vai acender novamente e se ela o tratar mal, ele... Eu não quero nem ver. Joe é tão sensível.
- Miley, Joe não é mais aquele nerd ridículo e imaturo, que só tinha inteligência. Agora ele é um empresário bem sucedido que teve muitas garotas e é bem bonito. Ele não vai se deixar levar por ela. E, sinceramente, Demetria não parece ser uma pessoa manipuladora. Agora, ela é mãe.
- Mãe?
- É. Eu não quero falar de Sra. Lovato e do Joe, Mi... Quero falar de nós.
- Não temos o que falar de nós enquanto você não cortar o gramado. Eu te pedi isso tem um século.
- Ah, vai começar!
- Vou começar mesmo, Liam.  Nada do que eu peço você faz, assim fica insuportável, entende?
- Claro que entendo... Acho que já podemos voltar a falar dos dois. Se soubesse que ia entrar nesse assunto, não teria pedido para mudar de ideia.
- Está vendo como você é? Sempre quando vamos entrar em um assunto sério, você muda, você não quer conversar. É por isso que estamos assim. Não conversamos mais como antes.
- Antes não tínhamos tantas preocupações como temos agora, Mi.
- Precisamos conversar para que essa preocupação vá embora.
- Eu vou tomar banho, Mi. – Liam entrou no banheiro.

No dia seguinte...
-... E era a Demi. Mi, eu fiquei sem reação. Eu não sabia bem o que falar. Foi... Assustador.
- Imagino. E como ela está?
- Perfeita... Linda... Fabulosa.
- Joe, vou ser direta. Sabe que essa situação me assusta, não sabe? Não pode se entregar dessa maneira. Demi é perigosa!
- Não, ela está diferente.
- Isso é coisa da sua cabeça.
- Acha mesmo? Então vá visitá-la. Vá à lanchonete... Verá com seus próprios olhos.
- Verdade que ela tem um filho?
- Sim, o nome dele é Lucas. Ele tem dez anos.
- Então, ela o teve depois do ensino médio.
- Na verdade ela já estava grávida quando terminamos o ensino médio.
- Então o filho é do Knight?
- É, mas o menino não sabe... É uma história longa e ninguém pode saber.
- Tudo bem.

Miley não se aguentaria de curiosidade, não poderia deixar tudo como estava. Teria que ver Demi o mais rápido possível.
Quando entrou na sua sala, a primeira coisa que fez, foi ligar para Liam e pegar o endereço da lanchonete.
- Miley, o que quer fazer?
- Liam, só me dá o endereço!
- Por que não pega com o Joe?
- Porque ele não vai querer me dar e ainda vai atrapalhar os meus planos. Vai me dar ou eu vou ter que descobrir sozinha?
- Tudo bem, Miley... Anota aí!

Na hora do almoço, Miley foi até a “Lovato Lanches”.
- Posso ajudar? – um garoto perguntou.
- Posso ver o cardápio?
- Está grudado na parede. – o menino respondeu, mas não tirava os olhos do livro que estava lendo.
- Você trabalha aqui?
- Não. Minha mãe é a dona.
Miley entendeu a grosseria do garoto, filho de quem era.
- Pode chama-la para mim?
- Claro. – Lucas entrou na cozinha. – Mãe, tem uma moça querendo falar com você.
- Eu nunca consigo fazer nada, todos me chamam. Quem é, Luc?
- Não sei... Não conheço, e ela está me atrapalhando. – disse sério. Demi não sabia mais o que fazer com aquele menino. Já estava lembrando seu pai, que ficava desesperado com as atitudes dela. Sorte que Lucas estudava.
Quando Demi saiu da cozinha viu Miley olhando para o cartaz na parede com os nomes dos lanches.
- O que é “Furacão DL”? – Mi perguntou.
Demi sabia que a conhecia, só não lembrava de onde.
- É um lanche personalizado, com bastante salada. Serve para aqueles que fazem dieta, mas gosta de comer lanches. É tudo diet.
- É esse que eu vou querer.
- Claro. Só um minuto. – Demi entrou pediu um ajudante para preparar e voltou, queria saber de onde conhecia Demi. – Eu vou te levar até uma mesa. Miley acompanhou Demi.- Desculpe pelo meu filho, ele é um garoto difícil. Eu já nem sei o que fazer com ele.
- Tudo bem, eu entendo. Hoje em dia é difícil criar filhos. Eu tenho dois. Um casal.
- Deve ser mais difícil.
- Um pouco. Onde trabalho não posso leva-los e eles são novinhos. Meu menino tem oito e a menina é mais nova com dois anos.
- Desculpe a minha indelicadeza, mas eu acho que te conheço de algum lugar, mas eu não lembro de onde. – Mi riu.
- Sou Miley Hemsworth.
- Hemsworth? É o nome do advogado de Joseph.
- Sim, meu marido. Ainda não lembra?
- Não... Desculpe.
- Miley, amiga do Joe, da escola.
- Ah, claro! Você e ele são grandes amigos. Agora, trabalham juntos?
- Sim.  Eu administro a empresa Jonas.
- Que legal! Fica tudo em família, não é mesmo?
- Sim. Demi, eu não pude deixar de perceber. Lucas é tão parecido com... – Miley olhava o menino.
- É, ele é filho dele, mas ele não sabe. Graças a Deus ninguém desconfia. Seria o fim!
- Imagino.
- Eu... Gostaria de me desculpar pelo que eu fiz com vocês.
- Esquece, Demi! É passado!
- Eu estou perdoada?
- Sim, claro! Sei que mudou, Joe disse e já percebi. A Demi da escola nunca pediria desculpas, por ela e nem por ninguém.
- A vida me fez mudar.

Ao chegar em casa Miley encontrou Liam com as crianças no sofá da sala.
- Oi crianças. – sorriu Mi ao ver seus filhos vindo lhe abraçar, mas estava chateada com Liam, que nunca queria conversar, nem sobre a grama do jardim – Tudo bem, meus amores? – abraçava os filhos – Hum, que cherinho é esse? Tem algum porquinho em casa? – brincava e cheirava seus filhotinhos  - Vamos já pro banheiro, né? – disse dando palmadinhas no bumbum das crianças.
Mi subiu as escadas com os filhos e nem falou com Liam, seu coração se apertava por isso, mas não conseguia demonstrar de outra maneira que estava triste.
Terminando o banho dos filhos viu o que poderia fazer para o jantar, já passava da hora. Estava mexendo no fogão quando sente mãos em sua cintura e lábios em seu pescoço.
- Miley?
- Estou com o fogão acesso, Ian... – disse triste, querendo um pouco de espaço.
- Apaga, então.
- Não, Ian... As crianças estão com fome.
- Elas esperam só um pouquinho. – disse beijando o pescoço da esposa.
- Não, temos mais coisas para nos preocupar, antes eram menos, não é? – disse se soltando de Liam e indo buscar alguma carne no freezer, depois continuou cozinhando para eles, coisas bem simples.
- Podemos conversar, Mi?
- Desculpe, mas realmente estou ocupada... Mas é sempre você quem não conversa.
- Mi...
- Depois do jantar, tá? – disse dando um selinho bem rápido no marido.
Passado o jantar, como prometido, colocaram os filhos para dormir e foram conversar no quarto.
- O que foi hoje? Você nem me olhou quando chegou.
- Ah, Ian, queria que eu fizesse o que? Ontem você simplesmente me ignorou, sinto falta do meu marido...
- Eu sempre estou aqui.
- De corpo presente, mas estou me sentindo pesada...
- Por quê?
- Não sei, a gente não tem se entendido direito... – disse a moça olhando nos olhos do homem, ele podia ver a tristeza na voz e nos olhos dela.
- Desculpe, meu amor. – disse ele abraçando forte.
- Por que estamos assim? Te amo tanto, Ian. – escorria grossas lágrimas dos olhos dela – Às vezes dói!
- Oh, Mi! Eu também te amo muito, desculpe se não tenho sido seu como era, acho que venho trazendo meus problemas do trabalho e descontando em você, desculpe, meu anjo! Não vai acontecer mais, vou me esforçar!
- Só preciso do meu Ian, só isso. – disse sorrindo e o abraçando muito forte.
- Te amo, viu? – disse beijando-lhe os lábios e a conduzindo para a cama.
- Eu te amo muito, muito, muito, Ian! – disse entre beijos e carícias.

Algumas semanas se passaram e Joe estava ficando desesperado. Queria rever Demi. Aguentou dez anos sem vê-la e nem ligava, mas agora que já a tinha visto e sabia onde encontra-la... Não ficaria só pensando. Foi quando ele teve a certeza que não havia deixado de amá-la
- Você viu com os próprios olhos, mas por que ainda é contra?

- Por quê? Ah, eu não sei Joe... Ela é...



Hei, pessoas lindas que sempre comentam!
Ah, como eu amo vocês. 
Estou muito feliz que a minha fic esteja sendo bem aceita por vocês. Eu acho que é uma fanfic diferente das que eu já escrevi e das que eu vi sobre Nerds e Populares. Bem, eu gosto bastante dela e a aceitação de vocês me faz ficar cada vez mais motivada a escrever.
Apesar de não ter contato com todas vocês, eu já as adoro e as amo.
Infelizmente, eu não vou poder postar sempre, como eu já não estou postando como gostaria, mas a minha rotina está corrida MESMO e eu não posto quando eu não escrevo e eu tenho trabalhado e estudado muito nessa última semana e por isso, eu não tenho escrito tanto quanto gostaria.
Eu tenho várias histórias, mais ou menos, umas 40/50, nem todas eu consegui terminar, mas a maioria está terminada. Elas são pequenas e muito importantes para mim e só um comentário aqui no blogue, um puxão de orelha via facebook (Laura, sempre mandona querendo capítulos s2 ou WhatsApp (Né Dona Alessandra, me acusando de morte caso eu não postasse hoje.) me deixa imensamente FELIZ.
Meninas, eu só queria agradecer o carinho de vocês.
Iza Moraiis, eu não sei como tiro essas letras dos comentários, também as odeio. Se souber me fala como faço e eu tiro com toda a certeza.
UM ENORME BEIJO NO CORAÇÃO DE VOCÊS.
AMO VOCÊS!!!


O que será que Miley acha de DEMI??????

6 comentários:

  1. Eu tenho uma leve impressão que Miley acha Demi a típica "falsa fofa", mas pelo o que a Demi foi no ensino médio, até eu acharia. Eu confesso que estou louca para saber se Demi e Sterling se encontrarão, pois eu amo uma tetra! hahaha
    Inclusive, estou adorando esta fanfic!! Posta logooooooooooo

    ResponderExcluir
  2. eu sei como tirar mas explicar nao entao http://webdesignerinformaticawdi.blogspot.com.br/2013/03/dicasblogueiro-como-remover-o.html. ai joe e demi podiam se reencontrar longe de todos

    ResponderExcluir
  3. Perfeição define esse capítulo u.u
    <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3 <3
    To achando que a miley achou mesmo que a demi mudou..
    Lucas....lucas...tá precisando apanhar kkkkkkk .....
    Posta logooo
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Awn perfeito <3 fiquei morrendo de pena do Lucas, tadinho ele quer tanto saber quem é o pai :/ bem que Joe poderia dizer que ele é o pai de Lucas né?? kkkkk quero mais reencontros Jemi e logo o jantar deles dois, e claro muitos beijos kkkkk Posta Logo!!!

    ResponderExcluir
  5. perfect perfect perfect
    xonei muchoooo
    please posta logo baby
    xoxo

    ResponderExcluir

Oie, amores!
Espero que tenham gostado de " Amor Autêntico ". Escrevi com muito carinho e gostaria que registrassem o que acharam.
Posso contar com isso?
Amos vocês <3