segunda-feira, 30 de junho de 2014

Capítulo 9: I Hate You, Don’t Leave Me

Capítulo 9: I Hate You, Don’t Leave Me

Domingo entediante.
E como isso não fosse muito, lá estava eu no meu sofá relembrando os meus momentos de luxuria ao lado de Joe. Eu não estava mais acreditando que eu fui capaz de cogitar a ideia de transar com ele. Alguém deveria ter me alertado, me batido ou algo assim.
O meu telefone tocou, eu atendi rápido.
– Oi.
– Demi, é Miley.
– Oi, amiga. Tudo bem?
– Demi, que história é essa de sair do Pub com Joe? Eu até engoli aquela história de chegarem juntos porque pegaram o mesmo táxi. Ainda não engoli a história de comprar as ações do seu pai. Nós precisamos conversar!
– Mi, me desculpa. Joe não estava bem, queria me beijar e eu o convenci a ir embora comigo.
– Só isso?
– Sim, sobre o meu pai. Minha mãe está doente, ele quer pagar uma cirurgia que é caríssima e quase inútil. Eu acho que o meu pai não está raciocinando. Joe quer comprar e eu perderia os meus direitos na revista.
– Isso é verdade. A revista seria toda dos Jonas e quando Sr. Paul parar de trabalhar, Joe assumirá e...
– Tornará a minha vida um inferno. – rimos. – Eu pensei tanto Mi, mas... Eu não vou conseguir cinquenta mil dólares
– Demi, fiquei calma. Junte todo o dinheiro que você tiver e depois tente comprar de Joe ou de Paul. O caso não é tão perdido assim.
– Paul eu acho que me venderia, mas Joe... Ele sempre quis aquela revista para ele, apesar de não trabalhar e se dedicar tanto quanto eu me dedico. Joe não vai me vender e não vai querer que eu fique ao lado dele tomando as decisões junto com ele, como meu pai e Paul fazem.
– Seu pai sempre disse isso.
– Nunca daria certo, mas eu sempre pensei que Joe arrumaria outra coisa para fazer. Eu não imaginava que ele fosse querer  tudo.
– Demi, fique tranquila. Se ele comprar e fazer da sua vida um inferno, mostre para ele que sem você aquela revista não funciona.
– Acha mesmo? Na certa ele vai contratar uma editora super linda, e sexy com seios fartos pra ele poder foder e que acabou de sair da faculdade e está cheia de ideias e hormônios.
– Daí, eu faço da vida dela um inferno.
Nós rimos.
Eu estava rindo, mas sabia que eu estava fodida.
– Demi! – Joe abriu a porta do meu apartamento.
– Joseph, seu idiota! – eu disse me esquecendo de Mi. – Mi, preciso desligar. Joseph bebeu cedo hoje. – desliguei o telefone antes que ela desligasse.
– Demi, eu não estou bem. Eu tentei ligar no seu celular, mas só dá fora de área.
– Claro que não está bem, bebeu tanto ontem que se tivesse acordado bem, eu não acharia que você era humano.
– Demi, por favor! Eu não paro de vomitar, eu estou péssimo.
– Homem reclama de tudo! – exclamei seguindo para o apartamento dele atrás dele. Havia vomito para toda a parte. – Vou ligar para a sua faxineira e você vai dar hora extra para ela limpar isso aqui.
Joe sentou na cama dele e o quarto estava uma lastima, a roupa que ele estava na noite passada estava jogada num canto cheia de vômito.
Entrar me fez sentir um arrepio louco, eu queria tanto aquela noite, mas eu preferiria pensar que eu não.
A minha vontade nesse momento é de pegar Joe e esfregar a cara dele no vomito. Depois do modo como ele me deixou, esse...
– Qual o número da sua faxineira?
– É a Dona Marie, Demi, temos a mesma faxineira.
– Você me irrita com essa mania de querer tudo que eu tenho e quero.
– Não estou em condições de discutir hoje.
– Eu não acho que isso tudo tenha sido pela bebedeira de ontem, eu acho que você comeu alguma coisa que não te fez bem. – eu abri a janela do quarto, segui para sala procurando o telefone disquei para Marie chamando para ir ao apartamento do Joe, ela achou estranho porque nos sempre estamos discutindo, mas disse que chegaria em alguns minutos.
– Aí, meu Deus! – Joe correu para o banheiro tirando a roupa. Eu queria rir, gargalhar! Eu estava me divertindo. Isso tudo é pelo o que ele me fez passar ontem.
Eu estava tão frustrada pelo modo como tudo aconteceu, eu me senti da mulher mais desejável do mundo para a mais feia e horripilante de todas. Qual é o cara que dorme na hora H?
Na certa eu não era sexy, atraente e não estava me sentindo uma mulher bonita.
Sim, era frustração ou desejo reprimido ou tudo isso ao mesmo tempo.
Eu queria ter transado com Joe ontem. Fim de história.
Ele merecia estar no banheiro sentindo tudo o que estava, ele merecia esse desespero só por me fazer ficar excitada e depois me largar, quer dizer dormir.
– Demi, por favor faça isso parar.
– Joe, eu não posso fazer parar. – e se eu soubesse como, não o faria tão rápido. – Você parece uma criança! Vira homem!
A frase tinha duplo sentido, ela não poderia dizer que Joe era homem, não depois da noite passada.
Demi preparou uma sopinha tradicional de família, lembrava-se de sua mãe fazendo quando ela tinha o mesmo mal de Joseph. A sopa era bem leve e reforçava o organismo. Marie chegou no apartamento de Joe e limpou todos os vestígios de vômito. Depois do banho que Demi o obrigou a tomar, Joe se sentia melhor e depois do apartamento limpo, ele pode respirar tranquilamente sem ter nenhuma ânsia.
– Srta. Lovato, digo... Demi, eu vou para casa. – disse Marie guardando os produtos de limpeza.
– Depois Joe acerta com você, Marie. Obrigada por ter vindo, eu não ia aguentar limpar tudo isso.
– Claro, eu fico feliz que vocês estejam se acertando. – Como diria a ela que entre Joe e eu não tem nada de certo. – Apesar de mimado, Joe é um homem de ouro e a mulher que o tiver vai ser feliz até a morte ao lado dele.
Com certeza Marie era uma romântica incorrigível.
– Marie, Joe e eu não temos nada certo. Nós continuamos na mesmo.
– ... Mas eu pensei,eu ... Depois do modo como a vi tratar Joe hoje imaginei que ... Esqueça, eu sou uma simples faxineira não devia interferir e nem imaginar nada, não é mesmo?
– Marie, eu só estou ajudando, Joe.
– Me desculpe.
– Não se sinta culpada.
– Seria interessante se vocês começassem a sair. Digo, vocês brigam tanto que... Minha mãe sempre dizia que ódio é desejo e nunca foi o contrario do amor, ela falava que os dois andavam coladinhos e geralmente se entendiam, porque o amor ele é sábio, ele perdoa e ele é mais forte que o ódio.
– Com Joe e eu, o caso é diferente nós temos uma briga antiga e.... Eu com certeza não sinto nada por  Joe Marie.
– Preciso ir.
– Demi... – Joe me chamou.
Demi colocou a sopa em um prato e levou para Joe.
– Trouxe uma sopa pra você.
– Não quero comer. – ele disse.
– Joe, coma logo!
– Tudo que eu como...
– Confie em mim e coma. – Joe continuou parado. – Se não comer eu vou embora.
– Não, não vai, por favor. Eu não quero morrer aqui sozinho.
– Vai comer?
– Tudo bem, eu como.
– Você precisa arrumar uma namorada para te ajudar.
– Não quero e não preciso de uma namorada. Eu tenho você.
– Eu não devia ter vindo te ajudar. Por que não chamou a sua mãe?
– Minha mãe viajou. – ele disse comendo outra colherada. – Isso aqui está muito bom!
– Obrigada.
– Eu sei que foi Marie quem fez.
– Não, querido, Marie só limpou esse seu apartamento imundo. Eu cozinhei. Por falar em cozinhar, você precisa comprar alguns itens indispensáveis na cozinha como panelas. Eu não acreditei quando achei duas panelas no seu armário.
– Eu não preciso disso, eu não cozinho.
– Não? O que você come?
– Disque entrega. É fácil.
– Está falando sério? Você sabia que gasta menos fazendo comida. Ora, Joseph crie vergonha na sua cara e vá comprar um livro para homens solteiros. Há tantos na livraria!
– Ah, claro!
– Hei! Por que você não escreve um artigo sobre isso? Homens solteiros, como se virar sozinho e tals. Muito interessante.
– Demi, não me diga como dirigir a minha parte da revista. Eu já lhe disse que está tudo muito bem como está e eu não preciso de dicas e ideias mirabolantes da sua cabeça de vento.
– Pelo visto você está ótimo não é mesmo? Ah, eu não acredito que eu perdi o meu tempo e vim te ajudar. Eu não sei porque eu não aprendi a lição. Além do mais, eu nem devia ter vindo aqui depois do que aconteceu. O fato é que você nunca vai mudar, vai sempre ser esse idiota grosso que sempre foi.
– O que aconteceu?
– Não aconteceu nada. Eu que sou uma idiota, ingênua que não entendi que os homens não mudam. Os homens aproveitadores! – eu saí e voltei para o meu apartamento trancando a minha porta.
– Demi! Volta aqui! – ouvi Joe gritar, mas eu já tinha trancado a  porta.
XXX

Meninas, Joe não lembra de nada, mas será que Demi vai deixar tudo assim? Será que ela vai .... Será que... OH, QUERO NEM VER!
Não percam o próximo Capítulo!


COMENTEM!

16 comentários:

  1. AMEI
    POSTA LOGO

    "Eu não quero morrer aqui sozinho." hahahahahah morri

    Joe é um idiota, em vez de aceitar a ideia da Demi, mas...
    Demi não vai deixar barato, creio eu hahahaha

    Posta Logo
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Posta mais 1 por favor

    ResponderExcluir
  3. Xente, mas essa briga nunca acaba mesmo.
    E a Demi deveria cobrar todas as vezes que ajudou o Joe, ganharia o dinheiro que precisa!!
    E olha, quando o Joe lembrar, se ele lembrar, acho que a primeira coisa que vai soltar vai ser um pqp por ter dormido. E tbm acho que vai acabar arrombando a porta do apartamento dela qualquer dia, pq né.
    Mas isso eu só vou saber se tu postar mais :3
    Prepare seu estoque de chatisse, pq a leitora chata aqui atacará de novo muahaha...

    ResponderExcluir
  4. Posta mais 1 por favor

    ResponderExcluir
  5. Por favorrrrr!! poste logo!!!
    Amei o Capitulo. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Como você pode parar ai?? quase chorei te tanto ruir da cara do Joe falando que não queria morrer sozinho kkkkkk e da parte que ele fdllu sue não precisa de namorada pois tem a Demi...posta logoooooooooooooo please

    ResponderExcluir
  7. Ai que fic ruim
    credo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Qual o seu problema? Se não gosta não lê! Vc diz que a fic é ruim mas não era capaz nem de escrever um terço desta perfeição! Se quer julgar os outros antes faça melhor! E credo digo eu, por ter de ler comentários como o seu, sem sentido!

      Excluir
  8. OMG está fic é perfeita (é pena haverem certas pessoas que não o percebam ou que percebem e fingem que não, enfim) e eu matei-me a rir com o desespero do Joe hahahahaha. Eu amo está fic! Digam o que disserem, a fic sempre vai ser PERFEITA! Poste lg pf! Kiss :* <3

    ResponderExcluir
  9. quw perfeitoooo <3 <3
    essa fic abala o meu coração...
    enfim..não ligue para esse anônimo não
    sua fic não é ruim, ela e perfeita viu u.u
    deve tá com inveja u.u
    enfim...joe tadinhooo kkkkkkk
    perfeito mesmo
    posta logooo viu
    beijos

    ResponderExcluir
  10. CADE A SENHORA??? Eu quero que chegue logo o mimi deles :c
    Posta logo cara, posta mtos capítulos pls

    ResponderExcluir
  11. Pode ajudar a divulgar?
    http://fdiamondlink.blogspot.pt/
    Obrigada :)

    ResponderExcluir
  12. Amando essa fic :)
    Gente coitado do Joe (Kkkkkkkkk)
    Será que ela? Ela vai fazer o que? Hein? Estou curiosa posta mais :)
    Fabíola Barboza

    ResponderExcluir

Oie, amores!
Espero que tenham gostado de " Amor Autêntico ". Escrevi com muito carinho e gostaria que registrassem o que acharam.
Posso contar com isso?
Amos vocês <3