quinta-feira, 25 de julho de 2013

Capítulo 39:


Quando Demi abriu a porta da geladeira, seu sorriso cresceu. Havia um bolo de cenoura com cobertura de chocolate que não foi ela que fez, e nem era aquele que Joe havia comprado na padaria na hora do almoço.
 - Acho que seus filhos visitaram a padaria.
Quando voltaram para dormir, Demi estava sorrindo como uma criança feliz.
- Essa felicidade é só pelo bolo? – Ele perguntou sorrindo.
- Não, só estou feliz por estar dando tudo certo entre nós. Quando te contei sobre o bebê você ficou muito bravo, eu pensei que nunca mais nos falaríamos. De manhã você chegou e mudou tudo. Eu fiquei assustada e confusa, confesso, mas gostei.
- Que bom! Eu não queria que ficasse assustada. Na verdade, quem ficou assustado fui eu, mas percebi o quanto maravilhoso isso seria. Principalmente, por você ser a mãe. -Joe deu um selinho em Demi. - Te adoro!
 Demi queria muito ouvir um “eu te amo", mas sabia que jamais ouviria isso e se viesse a ouvir seria aquele 'eu te amo' de amigo. Era só isso que Joe era, seu melhor amigo. Aquele amigo com certos benefícios e que te dera seu grande sonho. Um filho.
- Eu também te adoro, Joe. Não existe pai melhor para o meu filho do que você. - Joe sorriu.

Alguns dias depois...
Demi já estava devidamente instalada na casa de Joe, algumas vezes passava em sua casa para buscar algumas coisa, mas já dormia todas as noites na casa dele.
Joe e Demi estavam no carro a caminho do hospital, seria a primeira consulta do pré-natal.
- Notei que ficou distante hoje... -Joe comentou.
- Impressão sua... - ela disse, mas encarava a rua nem o olhou.
- É pelo que pelo que houve entre nós ontem a noite, não é?- Demi não respondeu, só suspirou... - mas... Não é só isso, ou é?
Por fim, Demi respirou fundo para começar a dizer
- Sabe que eu não gosto quando a coisa entre nós sobe de nível. Não acho que tem que ser assim.
- Vamos ter um filho juntos, qual é o outro nível que quer subir?
- Não precisa jogar na cara que não queria filho, Joe. – Demi ficou brava.
- Não é isso... Demi, por Deus, pare de dizer isso toda vez que brigamos. Eu quero esse filho! Tem mais uma coisa te incomodando e eu quero saber.
- Eu sinto que... Tem algo errado. Talvez com o bebê, talvez... Não. Eu estou com medo.
- Vai dar tudo certo, meu bem... Não se preocupe!
- Eu queria não me preocupar, mas eu não consigo... Eu sei que tem alguma coisa para dar errado.
Joe não teve mais o que falar... Até ele estava tendo um pressentimento, mas resolveu não preocupar a nova mamãe.
No consultório a aflição só aumentou. - Fique calma! - Disse Joe pegando nas mãos dela entrelaçando os dedos como namorados, percebendo sua aflição.

- Eu sabia que tinha uma coisa errada!- disse ela quando entrava no carro de novo, mas para ir embora. Não sabia se chorava por sua gravidez ser de risco ou se sorria e cantava de alegria por ter em seu ventre dois fetos. Dois bebês! Dois Jonas Lovato.
- Demi, ela disse que é só fazer repouso, se alimentar bem... É só isso! Não p...
- Joe, ela disse que eu posso perdê-los! Eu lutei tanto para chegar aqui... Não quero que tudo se vá.
 - nada vai acontecer, Demi... Eu vou estar ao seu lado o tempo todo. Eu não vou deixar você... NUNCA!- Joe abraçou Demi.
 Quando chegaram Carol e Lucas estavam apreensivos. Joe e Demi contaram sobre os riscos da gravidez e depois que eram gêmeos, mas que a doutora não conseguiu ver o sexo dos bebês. Demi estava com muito medo, mas ao mesmo tempo estava feliz, pois se tudo desse certo teria dois bebês. Quem sabe um casal como Caroline e Lucas, ou duas meninas espertas e quem sabe dois meninos arteiros... Ela ria sozinha sentada na sua baia.
- Demi, pretende trabalhar? - Perguntou Selena sorrindo.
- Desculpe Selly... Eu estava pensando.
- Me deixa adivinhar...  No seu filho.
- Nos meus filhos! - Demi corrigiu.
- Carol e Lucas viraram de vez seus filhos?
- Não Selly... Eu estou grávida de gêmeos. ­
- Nossa Demi! Isso é maravilhoso! Parabéns! – Selly a abraçou.
- Obrigada... - Sorriu. - E... Parece que tem alguma coisa a mais, pode dizer...
- Devido a minha idade a gravidez é de risco. O risco aumenta por ser gêmeos. Isso envolve muita coisa, tenho que fazer repouso, não posso fazer metade das coisas que as grávidas normais fazem.
- Oh, Demi... Eu sinto muito! Já que tem que fazer repouso, não poderá trabalhar...
- Posso trabalhar, mas só em casa, minha médica já liberou.
- Ok... Mando-te tudo por e-mail ou pelo Joe.
- Vou ficar até essa edição sair.
- Obrigada... Vou sempre estar com você... Vou te visitar, viu?
Com Miley foi a mesma coisa... Ficou sentida, mas aceitou e principalmente gostou d ser gêmeos.

- E qual o sexo dos bebês? – Miley perguntou.
- É cedo ainda, Miley... Até parece que nunca teve filhos...- disse Joe em casa.
- Tem ideia do sexo, Demi? Eu acertei os três!-disse orgulhosa.
- Não... Eu queria q pelo menos um fosse menina.
- Tomara que seja um casal. - Disse Joe sorrindo e acariciando a barriga de Demi. 'Nem parecia que não queria filho' pensou Demi

- Eu acho, ou melhor, tenho certeza que Joe quer tanto quanto você Demi. - disse Miley quando as três subiram para o quarto onde ERA para Demi dormir, mas sempre dormia ao lado de Joe. Não só por luxúria, mas porque gostavam da companhia um do outro. Até faziam planos para os bebês.
- Concordo com ela, Demi. Tire isso da sua cabeça vai até fazer mal!-disse Selly.
- Eu não consigo, meninas. Por mais que eu tente... É difícil! Talvez ele esteja conformado, acho que é isso. Joe sempre foi um bom pai, às vezes não sabia o que fazia, mas era um bom pai.
- No inicio ele deve ter ficado com medo, Demi. Ele passou por muita coisa quando teve Carol e Lucas, o abandono de Taylor fez ele ficar assim. De certo, para um homem cuidar de dois bebês recém-nascidos e gêmeos. É muito para um homem!
- Eu não sou Taylor, sou Demi.
- Ele sabe disso, mas só deu conta agora.
- Mesmo assim, eu acho que veio a calhar para ele.
- Do que está falando?
- Vão me dizer que nem imaginam o motivo do convite de Joe para eu morar aqui?
- Eu não acredito que esteja pensando que ele só quer o sexo.
- Pensando? Eu tenho certeza. Ele não me deixa dormir nesse quarto sozinha, se não é nós dois aqui, é no quarto dele.
- Ele sabe que daqui um tempo vai ser impossível vocês terem alguma coisa, Demi. Ele realmente esta preocupado com você.
- Às vezes penso que não devia ter contado que o filho é dele, podia ter levado a mentira adiante.
- E morreria quando soubesse que a gravidez é de risco e dos gêmeos. Não ia dar conta sozinha.
- Não sei o que eu faço. Sabem que o amo, será insuportável saber que daqui um tempo só seremos pais das mesmas crianças. Eu tenho medo que Joe nunca mais queira me ver, tenho medo de ele só me ver como a mãe de seus filhos e tenho medo, é o pior deles, de perder os meus filhos. Eles, agora, são tudo que eu tenho! – Demi não queria chorar, mas os hormônios ajudaram.
- Já está chorando de novo, Dona Demetria? – Joe brincou entrando no quarto. – Pare com isso, vai ficar desidratada. – Joe a abraçou.
- Não fique triste, não vai perder seus filhos, Demi. – disse Miley.
- Demi, vai dar tudo certo! – Joe disse olhando-a nos olhos.



5 comentários:

  1. Jemi Foreveer ♥25/07/2013 23:53

    Posta Logo, ali quanto vc disse o sobrenome dos bebes ñ seria Lovato Jonas ao inves de Jonas Lovato (Eu particulamente prefiro o primeiro alem de se o "correto")?! XOXO e ñ me leve a mal, so estou tentando ajudar :)

    ResponderExcluir
  2. SOCORROOOOOO, ELA VAI TER GÊMEOS *OO*
    ESPERO QUE NADA DE RUIM ACONTEÇA !!! POSTA MAIS...PF ><

    ResponderExcluir
  3. posta posta posta Logo!! *-* Bjs

    ResponderExcluir
  4. que perfeita *u* tem quantos capítulos essa fic?

    ResponderExcluir

Oie, amores!
Espero que tenham gostado de " Amor Autêntico ". Escrevi com muito carinho e gostaria que registrassem o que acharam.
Posso contar com isso?
Amos vocês <3